O futuro dos rótulos e embalagens: especialistas destacam a importância de ReDesenhar os materiais para conectar marcas e consumidores

Novas embalagens expressam os valores das marcas, suas preocupações com os clientes e o cuidado com o planeta

Diante de uma nova realidade, com consumidores super conectados e mais atentos às ações das empresas, atrelando suas compras às iniciativas que permitam estabelecer uma relação de confiança, muitas marcas passaram a rever seus processos e a maneira de estabelecer essa conexão com o público final. Promovido pela Avery Dennison, o quarto webinar da série “Reconstruir o amanhã juntos” contou com um time de especialistas que abordou as práticas de como “ReDesenhar” os rótulos e embalagens para um futuro que começa agora.

Realizado em setembro, o evento contou com a participação de Sandra Alvarez, gerente de desenvolvimento de negócios da Avery Dennison na América Latina; Felipe Garcia, professor do curso de Design de Produtos e Serviços do IED (Istituto Europeo di Design) e sócio-diretor da Criatégia, empresa de branding e design; e Luiza Andrade, gerente de desenvolvimento de embalagem da Beiersdorf, no México.

“Neste webinar, tivemos a oportunidade de compartilhar contribuições e informações muito interessantes para o setor, especialmente para compreendermos os desafios no design de embalagens, como conectar as necessidades e emoções do consumidor e as tendências de mercado, por meio de experiências reais e significativas. Os consumidores já não olham as embalagens da mesma maneira, elas são uma porta de entrada para reforçar a confiança na marca”, ressalta Sandra Alvarez, gerente de desenvolvimento de negócios da Avery Dennison na América Latina.

Mudança de comportamento

Um dos maiores desafios vividos pelas empresas nos últimos anos foi a mudança de comportamento do consumidor, que levou à adoção de novas estratégias, para se manterem no mercado. De acordo com Felipe Garcia, as marcas passaram a entender que na verdade não competiam entre si e, sim, na mente dos consumidores, que optam, não pelos melhores produtos, mas por itens que conseguem entender. Por isso, a importância de inserir o consumidor no centro das decisões e adotar um storytelling verdadeiro e acessível, que permita criar a identificação com a marca, seus propósitos e funcionalidades dos produtos apresentados.

Ainda segundo o professor, as tendências do mercado de embalagens e rótulos, avaliando os últimos cinco anos e os próximos cinco, giram em torno da preocupação com a procedência dos produtos e as diferentes comunicações estabelecidas em rótulos de itens disponíveis em pontos de vendas e aqueles ofertados por meio do comércio eletrônico. Além disso, políticas e informações sobre rastreabilidade e sustentabilidade; a interação online e offline da marca com o consumidor; e a migração e apropriação de outras linguagens de categoria ― a exemplo de algumas marcas de água mineral, que disponibilizam seus produtos em embalagens que remetem a outros mercados, como o de destilados e perfumaria.

 

Sustentabilidade na prática

Cada vez mais presente na agenda das empresas, a prática da sustentabilidade é fator fundamental para a preservação do planeta e um dos pontos de atenção dos consumidores na escolha dos produtos. De acordo com Luiza Andrade, gerente de desenvolvimento de embalagem da Beiersdorf, no México, a criação de produtos e embalagens da companhia segue, nesse sentido, três pilares: sociedade, consumidor e meio ambiente. 

Em termos de meio ambiente, especificamente, Luiza citou dados do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), que por meio do relatório Breaking the Plastic Wave, constatou que mais de 11 milhões de toneladas de plástico são despejados nos oceanos todos os anos. Sabendo disso, a Beiersdorf firmou um compromisso relacionado a embalagens, que almeja diminuir 50% do consumo de plástico de origem fóssil até 2025 e que pelo menos 30% dos plásticos consumidos pela empresa sejam de origem pós-consumo. Além disso, 100% do portfólio de produtos da empresa deve ser reciclável, recarregável ou reutilizável.

“Projetamos essa iniciativa para nossas fórmulas e embalagens. Desde 2019, nosso portfólio de cartuchos conta com o selo FSC® [Forest Stewardship Council] e começamos a implementação de plástico reciclado com rPET chegando até 100% de reciclabilidade em muitas das nossa embalagens, como é o caso do frasco de água micelar da linha de Naturally Good. Os produtos de loção corporal dessa mesma linha foram desenvolvidos com 50% menos plástico, o que permite que o consumidor dobre toda a embalagem para usar o conteúdo até o fim, com instruções de utilização no rótulo”, destaca Luiza.

 

Acompanhando as tendências

Como empresa global de ciência em materiais, a Avery Dennison vem acompanhando toda a evolução no mercado de embalagens e rótulos, assim como a iniciativa das empresas em buscar soluções inteligentes, que possam traduzir seus valores e propostas.

“A Avery Dennison monitora as tendências de mercado para oferecer tanto aos convertedores quanto aos proprietários das marcas as soluções mais inovadoras em etiquetas. Desde 1935, quando criamos a primeira etiqueta autoadesiva, nunca paramos. Valorizamos sempre a inovação para trazer o melhor para o mercado e a eficiência do nosso portfólio nos permite estabelecer um relacionamento muito próximo com as marcas, com disponibilidade e competitividade”, conclui Sandra Alvarez.

Dana amplia portfólio com 23 novos kits de reparo de juntas homocinéticas Spicer para picapes e SUVs

A Dana acelera a atualização e ampliação de seu portfólio para atender o mercado de reposição de autopeças e lança 23 novos kits de reparo de juntas homocinéticas Spicer para picapes e SUVs das montadoras Fiat, Jeep, Volkswagen, Ford, Mitsubishi, Toyota e Renault. Estes kits cobrem uma importante frota circulante do país com mais 750 modelos de veículos.

A empresa conta com infraestrutura robusta para produzir e distribuir autopeças para os mercados originais em suas unidades de Gravataí (RS), Sorocaba (SP), Jundiaí e Limeira (SP) e atende o mercado de reposição através de seu Centro de Distribuição de Peças localizado em Canoas (RS).

São várias atividades que refletem a atenção à evolução da frota e às necessidades de peças e componentes por parte das oficinas mecânicas. Do time de desenvolvimento de produtos para o mercado de Reposição às equipes técnicas e de vendas, todos trabalham para apoiar este momento promissor de crescimento do mercado depois de um 2020 complicado, com lançamentos que vão de encontro a realidade do brasileiro que está optando por fazer a manutenção dos usados, com uma frota que está envelhecendo e já está com a idade média de dez anos.

“Nós estamos atentos às necessidades atuais. Por isso, vamos aproveitar esta oportunidade para reforçar o valor da marca, a qualidade e a tecnologia dos nossos produtos, e assim, ampliar nosso market share”, explica  Luis Pedro Ferreira, Diretor de Relações Institucionais, Comunicação e Marketing da Dana.

 

 

 

 

Confira aplicações:

Cod.Dana Aplicações Lado
Fiat e Jeep
2-13-6938G
Toro 1.8 AT 4×2 (16/20), Argo 1.8 16v MT (17/20), Cronos
1.8 16v MT (18/20) / Renegade 1.8 AT 4×2 (16/20)
Roda
2-13-6940G
Toro 1.8 AT 4×2 (16/20) / Renegade 1.8 AT 4×2 (16/20) Câmbio
Volkswagen
2-13-6255G Up 1.0 (Exceto TSI) (14/20) Câmbio
2-13-6210G Up 1.0 (Exceto TSI) (14/20) Roda
Ford
2-13-6017G Ecosport 2.0 4×2 MT (12/17 Roda
2-13-6042G Ecosport 2.0 4×2 MT (12/17) Câmbio
2-13-6358G Ka 1.5/1.6 (14/19) Roda
Mitsubishi
2-13-6686G L200 Outdoor 4×4 (08/11), Pajero Sport (04/10) Roda
2-13-6715G L200 Triton (08/11), Pajero Dakar (09/13) Roda
2-13-6260G ASX (10/16) Roda
2-13-6175G L200 Triton/Sport (08/11) Câmbio
2-13-6732G Lancer (13/19) Roda
2-13-6414G Pajero Full (06/15) Câmbio
2-13-6757G TR4 (00/14) Roda
Toyota
2-13-6373G Corolla 1.8 AT (08/11), Fielder 1.8 AT (08/13) Roda
2-13-6580G Corolla 1.8 AT (08/11) Câmbio
2-13-6530G Corolla 2.0 AT (11/19) Câmbio
2-13-6725G Corolla 2.0 16V AT (11/19) Roda
Renault
2-13-6358G Sandero 1.0 16V (13/20), Logan 1.0 16V (13/20) Roda
2-13-6388G Sandero 1.0 (07/12), Logan 1.0 (07/12) Roda
2-13-6886G Duster 1.6/2.0 4×2 (12/20), Captur 1.6/2.0 4×2 (17/20), Oroch 1.6/2.0 4×2 (15/20) Câmbio
2-13-6822G Duster 2.0 AT (11/20), Captur 2.0 AT (17/20), Oroch 2.0 AT (15/20) Roda
2-13-6361G Sandero 1.0/16 (07/19), Logan 1.0/1.6 (07/19) – Esquerdo – Com rolamento Câmbio

Acesse o catálogo online destes lançamentos da Spicer


Conteúdo: O kit de reparo de juntas homocinéticas Spicer contém coifa, anéis para fixação e lubrificante, trazendo uma importante proteção o conjunto móvel da homocinética.

Quando substituir as juntas homocinéticas?

-Quando o veículo apresentar estalos ao ser tracionado.

-Quando apresentar folgas ou desgastes nas pistas das esferas.

-Quando constatar falta ou contaminação da graxa.

Pulo do gato:

O reparador deve lembrar de fazer o aperto correto usando sempre o torque recomendado pelo fabricante. Utilizando a quantidade correta de graxa e verificando a geometria da direção (quando as juntas estiverem danificadas).

Buser muda posicionamento e aposta na retomada do turismo no País

Em parceria com Talent Marcel e sob a assinatura “Vai de ônibus ou vai de Buser?”, plataforma de intermediação de viagens se posiciona como sinônimo de categoria na hora de viajar de ônibus em novo filme publicitário.

A Buser inicia o mês de outubro com um novo posicionamento de marca, desenvolvido em parceria com a agência Talent Marcel. A startup, maior plataforma de intermediação de viagens rodoviárias do país e que já conta com mais de 4 milhões de passageiros na base, estreou neste final de semana seu novo filme em TV aberta e redes sociais para preparar para a retomada do turismo no Brasil, setor que deve aquecer nos próximos meses. A partir de agora, a Buser passa a se descolar das empresas de ônibus tradicionais, reforçando o preço mais baixo do que as concorrentes e as facilidades trazidas pela inovação no transporte rodoviário.

Com o mote Vai de ônibus ou vai de Buser?”, a nova comunicação da Buser conta com uma temática alegre e colorida. A primeira ação, que entra no ar a partir da primeira semana de outubro, traz uma personagem em alusão ao logo da empresa, levantando os braços toda vez que ouve falar dos benefícios da plataforma. A mensagem principal busca ressaltar que a Buser é a melhor escolha e a mais inteligente.

“Queremos virar sinônimo de categoria, pois de fato estamos criando um transporte mais acessível aos brasileiros. A nova comunicação traz também a nossa energia, mostrando que a inovação questiona o status quo e é boa para todo mundo, diferente de tudo o que existia”, afirma Marcelo Abritta, co-fundador e CEO da Buser. “Muito bom poder contar com a Talent Marcel, uma agência altamente criativa e que acredita no nosso propósito. Estamos bem confiantes em poder unir forças com eles”, completa Abritta.

A Talent Marcel, como agência parceira da Buser, será responsável por toda a jornada de comunicação da startup, com o desafio de amplificar o grande diferencial da Buser frente aos concorrentes, no período do ano em que é maior o fluxo de viagens pelo país. Para a Talent Marcel, trazer essa parceria traz um forte significado.

“Trabalhamos diariamente em nossa transformação. Temos a inovação e resultado como premissas para todas as nossas propostas, tanto para clientes quanto para os prospects. Por isso, conquistar a confiança da Buser, uma startup já estabelecida no mercado e com alta expectativa de crescimento, indica a nossa capacidade completa de entrega e criatividade em soluções”, comenta João Livi, CEO da Talent Marcel. 

A Buser passa a investir em todas as plataformas, como mídia OOH (Out of Home), digital, TV aberta e fechada, entre outras ações. A campanha lançada esse mês também trará uma promoção especial para quem utilizar Buser pela primeira vez: novos usuários da plataforma que comprarem passagens de ida e volta ganham a viagem de ida na faixa. A promoção é válida para reservas realizadas até o dia 31/10/21, sendo que as viagens precisam ocorrer até o dia 12/11/21. Para aproveitar o desconto, o passageiro deve concluir a compra pelo site: www.buser.com.br/promo/gratis.

Facebook, Instagram e Whatsapp fora do ar, saiba o que ocorreu

Segunda-feira, começo de semana, diversas negociações e transações sendo efetuadas pelos serviços de internet, e acredite se quiser pelas redes sociais, que ocupam mais de 50% das vendas de serviços como: Artesanato, beleza e moda. O Whatsapp por si só, já é utilizado como serviço de pagamento (Facebook/Whatsapp Pay), meio de negociação, e até mesmo como uma ferramenta de gerenciamento de trabalho nos grupos de empresa e conferências em grupo/família. Acontece que neste início de tarde, a partir das 12:30, a tríplice aliança (Facebook, Instagram e Whatsapp) saíram do ar, nos deixando apenas com uma página de erro, sem explicações ou até mesmo aviso prévio. A sua sorte é que estamos aqui para te explicar o que pode estar acontecendo! 🙂
Erro apresentado pelas 3 redes sociais (5xx Server Error) O que é 5xx Server Error? É uma classe de código, que indica que a solicitação de acesso ao site foi recebida, entendida e aceita com sucesso. Você deve estar se perguntando: “Por que eu não consegui acessar o site então?”, porque quando dá esse erro, quer dizer que o problema está no servidor/gateway ou proxy, que recebeu uma resposta inválida do servidor (Upstream), ou seja, o servidor de origem está com problema ou foi interrompido. O que pode estar ocorrendo? Desde manhã, dentro do site da DownDetector que reúne relatos de falha em aplicativos/redes sociais, mostra que há um pico de reclamações de instabilidade e falhas nos aplicativos, principalmente no Brasil, o Whatsapp foi o mais instável, e o mundo inteiro foi atingido por essa falha. A equipe que faz parte do conglomerado Facebook, é a mais segura e com menos falhas no mundo, e seguindo essa linha de raciocínio e relacionando-a com o erro, podemos chegar à conclusão de que interromperam todos os serviços a fim de fazer uma manutenção geral e melhorar a experiência de todos os usuários.