87% das pessoas em cargos de liderança protegem seus dispositivos eletrônicos, aponta pesquisa da NordVPN

Apesar desse cuidado, os cargos sêniores são mais propícios a colocar as empresas em risco

Uma pesquisa da NordVPN mostra que as pessoas que trabalham em cargos seniores têm cinco vezes mais probabilidade de compartilhar seus equipamentos de trabalho (computadores e celulares) do que seus funcionários. O motivo é justamente a necessidade de muitos envios de arquivos para outros dispositivos.
O estudo ainda aponta que 87% dos que ocupam cargos de chefia prestam atenção à proteção de arquivos em seus dispositivos pessoais, sendo a criptografia total do disco uma opção popular de proteção em caso de perda ou roubo dos equipamentos.


No entanto, quase 40% dos funcionários de cargos mais baixos não criptografam seus arquivos de forma alguma ou usam métodos fracos, como renomear arquivos e pastas. Isso prova a falta de conhecimento sobre segurança cibernética em cargos de menor poder de decisão. A falta de conscientização e a atividade online irresponsável durante o uso de dispositivos compartilhados pode resultar em vazamentos de dados da empresa e ataques cibernéticos.


Para proteger os dados corporativos, especialistas da NordVPN recomendam não compartilhar dispositivos entre os funcionários, sendo cada um responsável por seus aparelhos. Em casos de compartilhamento, é mais difícil identificar a ameaça interna que causou o problema de segurança. Além disso, recomenda-se ter políticas de segurança cibernética e treinar as equipes a segui-las. Também se sugere que as empresas monitorarem regularmente o uso de equipamentos e sistemas de computador para verificar se os cuidados estão sendo tomados.