Mercado de e-bikes cresce apesar de tributação pesada

No segundo semestre de 2020, uma pesquisa realizada pelo Aliança Bike, em parceria com o Labmob/UFRJ e apoio do Itaú mostrou que em 2019 mais de 25 mil bicicletas elétricas foram comercializadas no país. Este estudo prtendia compreender o mercado nacional da categoria. Os números são animadores e mostram que a modalidade é uma alternativa para outros meios de transporte como o automóvel. Mais de 50% dos usuários das e-bikes trocaram o carro pela bicicleta eletrificada.

Infelizmente, o IPI – de 35% – é alto e um obstéculo para este mercado: um dos maiores tributos do país. A pesquisa mostrou que preços mais acessíveis alavancariam as vendas.

E mesmo assim, no ano passado, o mercado continuou crescendo de forma consistente: no primeiro semestre, o crescimento foi de quase 30% ao mês em comparação ao ano anterior. Entre as importações e as montagens em solo nacional, somente no primeiro semestre, foram mais de 15 mil novas unidades circulando pelas ruas.

E você, trocaria seu carro por uma bike elétrica?

 

Fonte: Movenews