O futuro dos rótulos e embalagens: especialistas destacam a importância de ReDesenhar os materiais para conectar marcas e consumidores

Novas embalagens expressam os valores das marcas, suas preocupações com os clientes e o cuidado com o planeta

Diante de uma nova realidade, com consumidores super conectados e mais atentos às ações das empresas, atrelando suas compras às iniciativas que permitam estabelecer uma relação de confiança, muitas marcas passaram a rever seus processos e a maneira de estabelecer essa conexão com o público final. Promovido pela Avery Dennison, o quarto webinar da série “Reconstruir o amanhã juntos” contou com um time de especialistas que abordou as práticas de como “ReDesenhar” os rótulos e embalagens para um futuro que começa agora.

Realizado em setembro, o evento contou com a participação de Sandra Alvarez, gerente de desenvolvimento de negócios da Avery Dennison na América Latina; Felipe Garcia, professor do curso de Design de Produtos e Serviços do IED (Istituto Europeo di Design) e sócio-diretor da Criatégia, empresa de branding e design; e Luiza Andrade, gerente de desenvolvimento de embalagem da Beiersdorf, no México.

“Neste webinar, tivemos a oportunidade de compartilhar contribuições e informações muito interessantes para o setor, especialmente para compreendermos os desafios no design de embalagens, como conectar as necessidades e emoções do consumidor e as tendências de mercado, por meio de experiências reais e significativas. Os consumidores já não olham as embalagens da mesma maneira, elas são uma porta de entrada para reforçar a confiança na marca”, ressalta Sandra Alvarez, gerente de desenvolvimento de negócios da Avery Dennison na América Latina.

Mudança de comportamento

Um dos maiores desafios vividos pelas empresas nos últimos anos foi a mudança de comportamento do consumidor, que levou à adoção de novas estratégias, para se manterem no mercado. De acordo com Felipe Garcia, as marcas passaram a entender que na verdade não competiam entre si e, sim, na mente dos consumidores, que optam, não pelos melhores produtos, mas por itens que conseguem entender. Por isso, a importância de inserir o consumidor no centro das decisões e adotar um storytelling verdadeiro e acessível, que permita criar a identificação com a marca, seus propósitos e funcionalidades dos produtos apresentados.

Ainda segundo o professor, as tendências do mercado de embalagens e rótulos, avaliando os últimos cinco anos e os próximos cinco, giram em torno da preocupação com a procedência dos produtos e as diferentes comunicações estabelecidas em rótulos de itens disponíveis em pontos de vendas e aqueles ofertados por meio do comércio eletrônico. Além disso, políticas e informações sobre rastreabilidade e sustentabilidade; a interação online e offline da marca com o consumidor; e a migração e apropriação de outras linguagens de categoria ― a exemplo de algumas marcas de água mineral, que disponibilizam seus produtos em embalagens que remetem a outros mercados, como o de destilados e perfumaria.

 

Sustentabilidade na prática

Cada vez mais presente na agenda das empresas, a prática da sustentabilidade é fator fundamental para a preservação do planeta e um dos pontos de atenção dos consumidores na escolha dos produtos. De acordo com Luiza Andrade, gerente de desenvolvimento de embalagem da Beiersdorf, no México, a criação de produtos e embalagens da companhia segue, nesse sentido, três pilares: sociedade, consumidor e meio ambiente. 

Em termos de meio ambiente, especificamente, Luiza citou dados do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), que por meio do relatório Breaking the Plastic Wave, constatou que mais de 11 milhões de toneladas de plástico são despejados nos oceanos todos os anos. Sabendo disso, a Beiersdorf firmou um compromisso relacionado a embalagens, que almeja diminuir 50% do consumo de plástico de origem fóssil até 2025 e que pelo menos 30% dos plásticos consumidos pela empresa sejam de origem pós-consumo. Além disso, 100% do portfólio de produtos da empresa deve ser reciclável, recarregável ou reutilizável.

“Projetamos essa iniciativa para nossas fórmulas e embalagens. Desde 2019, nosso portfólio de cartuchos conta com o selo FSC® [Forest Stewardship Council] e começamos a implementação de plástico reciclado com rPET chegando até 100% de reciclabilidade em muitas das nossa embalagens, como é o caso do frasco de água micelar da linha de Naturally Good. Os produtos de loção corporal dessa mesma linha foram desenvolvidos com 50% menos plástico, o que permite que o consumidor dobre toda a embalagem para usar o conteúdo até o fim, com instruções de utilização no rótulo”, destaca Luiza.

 

Acompanhando as tendências

Como empresa global de ciência em materiais, a Avery Dennison vem acompanhando toda a evolução no mercado de embalagens e rótulos, assim como a iniciativa das empresas em buscar soluções inteligentes, que possam traduzir seus valores e propostas.

“A Avery Dennison monitora as tendências de mercado para oferecer tanto aos convertedores quanto aos proprietários das marcas as soluções mais inovadoras em etiquetas. Desde 1935, quando criamos a primeira etiqueta autoadesiva, nunca paramos. Valorizamos sempre a inovação para trazer o melhor para o mercado e a eficiência do nosso portfólio nos permite estabelecer um relacionamento muito próximo com as marcas, com disponibilidade e competitividade”, conclui Sandra Alvarez.